Casa do seringueiro repudia ação contra show

Leia

Casa do seringueiro repudia ação contra show

Sena Madureira, 09 de junho de 2024 — A CASA DO SERINGUEIRO, uma instituição privada que h√° mais de duas décadas contribui para a cultura e o desenvolvimento local, foi surpreendida por uma medida liminar que ameaçou suas comemorações em alusão ao DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE. O evento, que contava com shows de artistas renomados, teve sua principal atração, a dupla sertaneja CARLOS E JADER, suspensa por decisão judicial.


É importante destacar que os RECURSOS FINANCEIROS para o evento foram provenientes exclusivamente de fonte privada, devidamente justificada ao Ministério Público. No entanto, o poder público, representado pelo Promotor de Justiça e pelo Juiz de Direito da Comarca, agiu de forma desproporcional, ferindo a DEMOCRACIA e os DIREITOS E GARANTIAS CONSTITUCIONAIS. Essa intervenção injustificada causou prejuízo material e moral à empresa promotora das festividades.


Felizmente, após a revogação da medida, a festa pôde prosseguir, mas o episódio levanta questões importantes sobre a liberdade individual e privada. A CASA DO SERINGUEIRO reitera seu compromisso com a cultura, a comunidade e a diversidade, e repudia qualquer ato que limite esses valores fundamentais.


Como repórter, é essencial questionarmos quando a intervenção estatal ultrapassa seus limites e prejudica iniciativas privadas que enriquecem nossa sociedade. A democracia deve proteger a livre expressão e a celebração cultural, e é nosso dever defender esses princípios.

Vale salientar que só houve a liberação do show após os cantores ja terem ido embora, isso não causa estranheza? Apenas após os cantores saírem do município liberarem o show?